Antes de entrar de fato no conteúdo técnico do Super Estudante, achamos importante refletir aqui sobre erros, sobre coisas que acontecem na vida que não dão certo ou que não saem como o planejado.

Um caso clássico é o de muitos vestibulandos, que não passam no vestibular.

Normalmente as pessoas sofrem muito quando isso acontece, inclusive, vimos alguns amigos nossos entrarem até em depressão por conta disso.

O que queremos reforçar aqui é que devemos ter uma visão mais analítica sobre isso e encarar os erros como aprendizados.

Estamos cansados de observar vestibulandos que passam o ano todo fazendo cursinho, chegam no final do ano não passam no vestibular e acabam ficando muito frustrados e tristes com isso.

Porém no ano seguinte ao invés de tentar fazer algo diferente eles fazem exatamente a mesma coisa. Se matriculam no mesmo cursinho, utilizam as mesmas metodologias de estudo, estudam as mesmas matérias, etc.

O engraçado é que ainda assim esses vestibulandos esperam atingir um resultado diferente do ano anterior. Existe uma frase de Albert Einstein que cabe exatamente nesse momento:

Albert Einstein insanidade e continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes

Se você repetir o que você sempre fez, provavelmente você vai continuar tendo resultados similares.

A maioria das pessoas não percebem isso porque elas não estão acostumadas a aprender com os próprios erros.

Quando você entende que não existem erros, apenas resultados, você começa a deixar de se frustrar quando um resultado ruim acontece. Por mais bizarro que isso pareça, você começa a encarar o erro como uma coisa boa, porque ele não é nada mais nada menos do que um aprendizado. Você aprendeu que aquilo não dá certo, aprendeu que aquele ali não é o caminho.

Estatisticamente falando, a maior parte das coisas que você tentar fazer na sua vida vai dar errado. Isso é fato. Não tem muito como fugir disso.

Então, vamos fazer um raciocínio matemático simples. Se a probabilidade de alguma coisa que você está testando dar errado é maior que a probabilidade de dar certo, qual é a melhor estratégia a se seguir?

Ao nosso ver, a melhor estratégia é experimentar o maior número de coisas possíveis!

Então, a mensagem que queríamos deixar aqui é a seguinte:

Se você é um estudante, não pense que a maneira que você estuda atualmente é a única existente ou é a melhor que existe.

Você deve testar o maior número possível de maneiras de estudar.

E quando der certo (você colher bons resultados) você passa a aplicar esse método na sua vida até achar um melhor. Quando não der certo, não se frustre, apenas encare isso como um aprendizado, você acabou de aprender que esse não é o caminho a se seguir.

Você pode ter percebido que uma coisa muito importante é a frequência com que você se testa. Afinal, quanto maior for a sua frequência de testes mais testes você poderá fazer e mais resultados positivos você poderá ter.

Por exemplo, se você está estudando pro enem, você deve fazer simulados do enem toda semana ou pelo menos a cada 15 dias. E não algumas vezes no ano como a maioria faz.

E em cada intervalo entre simulados você deve testar uma maneira diferente de estudar ou simplesmente uma maneira diferente de fazer a prova.

Quando você experimentar alguma coisa e der certo, você obviamente vai aplicar isso na sua vida. Quando experimentar alguma coisa que não der certo, você simplesmente aprende que esse não é o caminho e segue em frente.

E pra fechar, gostaríamos de colocar aqui mais uma frase, também de Einstein:

Albert Einstein the only mistake in life is the lesson not learned

A única coisa errada que você pode fazer na sua vida é não aprender com seus erros.

Bom é isso, espero que esse conteúdo tenha feito sentido pra você. Se tiver afim, pode usar os comentários abaixo pra dar uma filosofada sobre o assunto, vamos adorar ler!